E agora? Como manter vivo meu negócio?


Ro Ferraz tem 50 anos, é casada e tem dois filhos. Ama o que faz e se emociona ao falar sobre seu trabalho como fotógrafa. 

“Minha primeira câmera ganhei em 2006 e comecei fotografando meus filhos e os amiguinhos. Fiz parceria com a escola deles e com o buffet infantil que ficava na rua da escola. Nessa época, além de fotografar, eu também trabalhava com meu marido. Cuidava da parte administrativa. Em 2012, troquei meu equipamento e investi em cursos. Aos poucos fui me dedicando só à fotografia. Em 2013, abri meu CNPJ e comecei a trabalhar com fotografia de moda e corporativa. Faz dois anos que montei meu estúdio com uma sócia.”

Para Ro Ferraz, a vida e a profissão caminham juntas. “Minha personalidade no trabalho resulta em minhas fotos. Acho que toda marca precisa, sim, ter alma e personalidade. Principalmente para oferecer o serviço a alguém. Envolve muita coisa e os detalhes são muito importantes. A fotografia em particular já faz isso. Bresson bem disse que fotografar é colocar na mesma linha a cabeça, o olhar e o coração.”

“Sou criativa, atenciosa, dedicada, espírito jovem, divertida e sensível. Para mim, fotografia é uma arte, uma forma de me expressar. Amo fotografar pessoas, contar e me envolver com suas histórias. Congelar a essência daquele momento. A fotografia é mágica, resgata emoções e lembranças.”

O olhar do fotografo é único, o meu olhar é só meu

“Em fevereiro, fotografei um evento corporativo da área médica e a palestrante que me contratou me chamou de canto e disse que se eu quisesse já poderia ir embora, porque estava bem atrasado, já tinha passado do contrato. Eu disse que não... que eu ficaria até o final e no final eu fiz as melhores fotos dela, comemorando o sucesso do evento...a maioria fotos espontâneas...e quando eu entreguei o trabalho a secretaria me enviou mensagem agradecendo pela paciência e dizendo que ela tinha adorado as fotos. Por isso, sempre ofereço, além das fotos, confiança, gentileza, profissionalismo, parceria e. Eu faço tudo com amor, me entrego e me dedico e também trabalho dentro dos prazos, é claro”!

Nesta crise, seu cliente sumiu? Como reagiu? Foram algumas das perguntas que Mônica Deliberato Baptista, mentora do Coletivo Pro Comunica, fez para Ro. Ela contou que seu último evento corporativo foi em 10 de março, com uns 200 participantes. “Toda a minha agenda, a partir de então, foi cancelada. Alguns já pagos estão com créditos para decidirmos o que fazer, todos sem previsão de retorno. Mas não entrei em desespero. A primeira coisa que fizemos foi renegociar as dívidas.”

Depois, ficou em casa. “No começo, até que me divertia fazendo vídeos com as amigas do grupo de fotógrafas, do grupo de dança... Curtindo ficar com a família, cada um fazendo seu home office, estudando on line.”

Geralmente seus clientes são indicações, mas quando chegam pelas redes sociais, procura dar atenção e personalizar o atendimento. Seja via WhatsApp, e-mail ou até telefone. E isso gera um trabalho mais humanizado. Procura não usar respostas automáticas, cada orçamento é único.

Para inovar, pensou em oferecer fotografia de produto, para venda digital. Uma área pela qual se interessa é gastronomia. “Por enquanto, fiz parceria com duas amigas para o Dia dos Namorados. Com uma, fotografamos os kits e divulgamos nas redes sociais. Com a outra, estamos fazendo sorteio (fotos/produtos de beleza/corte de cabelo/make). Já ofereci a um buffet que agora está oferecendo cardápio delivery. Comecei também um curso on line de tratamento de fotos e edição de vídeos, que será meu próximo passo.”  

Ro Ferraz baseou sua trajetória em parcerias. No ramo de fotografia, troca muita informação e aprende com os outros. Para Mônica, esse é um dos aspectos da economia criativa, muito importante para os novos negócios.


Como você divulga seu trabalho?

“Para mim funcionam as indicações e a tecnologia, que está a nosso favor. Estou melhorando nas mídias sociais e organizando meu fluxo de trabalho, para incluir um tempinho para postar conteúdo e fazer a divulgação. Nas datas comemorativas, sempre tem um boom de vendas, por isso tento criar promoções, parcerias, e divulgar do meu trabalho. No estúdio, por exemplo, faço ensaios temáticos.”

Para ser produtiva, ela usa:
·                    WhatsApp – canal mais simples e rápido para resolver as coisas
·                    Instagram e Facebook – para divulgação
·                    Site https://ro-ferraz-fotografia.negocio.site/
e blog http://www.roferrazfotografia.com.br/ – Portfólio e conteúdo sobre assuntos relevantes na área de fotografia/curiosidades
·                    E-mail – para enviar documentos e contratos

Seu site, construído na plataforma alboom, feita por fotógrafos e para fotógrafos https://www.alboompro.com/, agrega vários serviços e oferece uma interligação para o negócio, como CRM para controlar contatos, e-mail personalizado, controle financeiro, etc., o que a ajuda bastante.

É fácil fazer comunicação sem ter formação para isso?

Ro Ferraz afirma que não é simples fazer comunicação sem ser especialista. “Aprendo bastante com tutoriais e sigo receitas de pessoas que estão dando certo. Estou aprendendo com meus filhos, com amigas fotógrafas antenadas, não tenho vergonha de pedir ajuda, mas é claro que comunicação bem feita e direcionada vai gerar melhores resultados. Contratar profissionais especializados nos coloca em outro nível.”

Que dicas você dá ao empreendedor para enfrentar esta crise?
1.            Estudar e compartilhar ideias
2.            Todos temos potencial, se reinventar sempre
3.            Fazer com calma, não se desesperar
4.            Inovar sempre, não desistir
5.            Fazer o essencial, na medida do possível sendo gentil com você mesmo

Obrigada, Ro Ferraz, pela lição de vida! O Coletivo Pro Comunica agradece pela sua dedicação a esta live. Foi incrível conhecer sua sensibilidade como profissional e empreendedora. Temos certeza de que seu relato vai inspirar muita gente a correr atrás de seus sonhos!

Um comentário:

  1. Agradeco a oportunidade de fazer parte deste projeto. Admiro muito o trabalho de voces. Gratidao

    ResponderExcluir

Oito passos para sua estratégia de comunicação alavancar os negócios

Vamos pensar em comunicação para o seu negócio? Sim!  As mentoras do Coletivo desenvolveram uma plataforma em oito passos para orientar o qu...