Curiosidade sobre o valor da comunicação para os novos negócios


Conhecimento nunca é demais! Em nossa jornada como profissionais de comunicação, aprendemos muito e continuaremos a aprender porque o mundo está em constante evolução, ainda bem! Digo isso, porque o Coletivo nos estimula a compartilhar nossos conhecimentos sobre comunicação e, ao mesmo tempo, reconhecer que há novidades a serem estudadas e compreendidas.

Foi assim que nasceu o projeto de uma pesquisa dedicada a entender a evolução da comunicação, principalmente para os novos negócios, aqui compreendidos como as iniciativas de empreendedores e startups. Nosso objetivo é entender as necessidades dos novos mercados e em qual momento o processo de comunicação aparece na vida dessas empresas.

Para sua implantação, cotamos com a parceria da Somar Pesquisas e da MaturiJobs (https://www.maturijobs.com/), a primeira plataforma de trabalho e desenvolvimento para pessoas acima de 50 anos do País, com mais de 80 mil profissionais cadastrados.

A metodologia utilizada foi uma pesquisa quantitativa, com questionário de autopreenchimento composto por questões fechadas. O link para participar da pesquisa foi enviado, por meio de newsletter eletrônica, a 10.024 empreendedores cadastrados na MaturiJobs cuja atividade tem CNPJ. A amostra foi de 433 entrevistas. O perfil dos respondentes é de empreendedores em fase de planejamento do negócio (6%), de startups (16%) ou de empresas estabelecidas (66%), mais da metade há cinco anos. Dois terços são do sexo masculino e têm entre 50 e 60 anos. E 79% das empresas estão no setor de serviços, especialmente consultorias.

Os empreendedores e as startups de maturis (50+) dão importância à comunicação para seus negócios, mas não fazem investimentos suficientes para falar com seus públicos. Pesquisa inédita, realizada pelo Coletivo Pro Comunica, em parceria com a Somar Pesquisas e a MaturiJobs, mostra que 96% dos entrevistados a consideram importante, mas apenas 40% investem em comunicação.

Dos que investem, mais de 70% desenvolvem a comunicação de seu negócio sozinhos, sem consultar profissional especializado. Os serviços profissionais são contratados por 34% dos empreendedores: 15% contrataram agência de comunicação, 15% trabalharam com free lancers, e 4%, com agência de publicidade (respostas de múltipla escolha).

Os meios digitais predominam no relacionamento com clientes, parceiros, investidores e outros públicos. Os canais preferidos são WhatsApp (67%), Facebook (66%), Linkedin (55%), site (49%) e Instagram (47%).

Dos que não investem em comunicação, 77% pretendem fazer isso, mas só 9% pensam em contratar algum serviço no curto prazo.

Acreditamos que esses resultados devem inspirar profissionais de comunicação, que, assim como nós, estão aprendendo e compartilhando suas experiências para ajudar as marcas, principalmente de startups e empreendedores, a se comunicarem melhor.

Recomendamos aos empreendedores ter uma narrativa única e coerente, que traduza o propósito do negócio. Este é o papel da comunicação e é de extrema importância que seja feita de forma criativa e profissional, de acordo com uma estratégia e com conexão ao seu objetivo. Quem tiver interesse em conhecer esse estudo com mais detalhes, estamos à disposição para apresentá-lo. É só nos chamar!

Convivência e conexão

O que a comunicação tem a ver com convivência e conexão? Para nós do Coletivo Pro Comunica são dois dos estímulos que nos movem para estabelecer relações entre as pessoas.

Na matéria publicada pela Dn Life e escrita por Joana Capucho na https://life.dn.pt/reuniao-caminhada-conceito-faz-bem-corpo-cerebro/, há um despertar para a produtividade no trabalho com a adoção de práticas menos ortodoxas para convivência e conexão no trabalho. A matéria aborda o conceito da reunião caminhada. Isso porque é interessante exercitar nosso cérebro para que ele nos corresponda com novas ideias. E convenhamos, nada melhor do que o visual da natureza, em um parque, para refletir sobre questões complexas, que enfrentamos todos os dias.

Foi o que experimentamos entre nos, menstoras do Coletivo, há algumas semanas atrás. Fomos ao Parque Vila Lobos fazer nossa reunião semanal, conforme conta Marcia Glogowski em post anteriormente publicada aqui.

Gente vale a pena! Tenham essa experiência, é transformadora.


Inspiração no parque

O ambiente tem influência sobre o comportamento humano. O ambiente de trabalho mais descontraído ajuda na criatividade. Parece que muita gente concorda com essas afirmativas. Tanto que os novos escritórios têm uma pegada mais informal e descontraída, até com espaços de lazer, como parte de uma tendência de despertar a criatividade nas equipes, além de atrair e reter os talentos.

O Coletivo Pro Comunica está sempre disposto a fazer novas experiências e estimular a criatividade. Nesta manhã, produzimos muito, com ideias diferentes, em um ambiente inspirador: a Biblioteca Parque Villa-Lobos (bvl.org.br) em São Paulo.
Como exercitar o corpo oxigena o cérebro, fizemos antes uma caminhada pelo parque, em uma manhã de inverno que mais parecia de primavera. Hora de tomar um café e seguir para a biblioteca.

O tema é sempre compartilhar conhecimento sobre comunicação, a fim de apoiar empreendedores em seus negócios. O que nos move é isso mesmo: compartilhar nossa experiência nesta era de compartilhamento.

Esperamos que nossa experiência de trabalhar em um espaço público que permite o exercício da cidadania seja inspiradora para você!

                                    Claudia Cezaro, Cyra Morato, Marcia Glogowski e Monica Deliberato

O seu negócio é para o Instagram?

A mentora Claudia Cezaro Zanuso, do Coletivo Pro Comunica, conversou nesta quarta-feira, dia 7 de outubro, com a jornalista e influencer Ma...