Na era da experiência




Coletivo Experience no evento da Maturi Jobs sobre Economia Criativa

Para você que deseja empreender e vai precisar de comunicação para seu negócio, mas não sabe por onde começar, o Coletivo Pro Comunica oferece uma orientação dirigida: trata-se do Coletivo Experience.

Ele começa por um levantamento das necessidades de comunicação que você percebe, por meio de um formulário para preencher com informações sobre seu projeto/negócio, ou seja, uma avaliação das dores para se comunicar. As respostas são analisadas por nós, mentoras do Coletivo, especialistas em comunicação, e serão a base para um encontro de duas horas, onde se conversa sobre possibilidades estratégicas, ações e produtos de comunicação. Se a marca não existir ainda, ela também poderá ser criada pelo Coletivo Pro Comunica, assim como planos de divulgação e relacionamento. Para interessados da cidade de São Paulo, a reunião é presencial. Para quem está em outras localidades, a reunião é feita pelo Skype.

Após a realização do encontro e como resposta desta experiência, você receberá as recomendações por escrito. Desta forma, o Coletivo Experience te ajuda a organizar suas ideias e a priorizar as atividades que deve fazer para seu negócio decolar. Na prática, imagine o quanto é bom apresentar seu projeto para investidores com um pitch bem feito? Ou melhor, falar com segurança como empreendedor, após passar por um media training?

O universo da comunicação é vastíssimo e estamos aqui para fazer com que sua ideia seja conhecida pelo seu público. Tem interesse? É só nos procurar!

@Claudia Cezaro Zanuso, @Cyra Morato, @Marcia Glogowski e @Monica Deliberato
#coletivoprocomunica
#coletivoexperience

Nossos estímulos


O mês de março faz a gente refletir sobre uma das questões mais sensíveis que é o valor que a mulher tem em nossa sociedade. Percebo que a atribuição desse valor é algo que aguardamos do outro, quando na verdade deve partir de nós mesmas. Esse pensamento me veio a cabeça dia 08 de março, quando estive presente no evento Ring the Bell for Gender Equality promovido pela B3 aqui em São Paulo e em cerca de 84 bolsas de valores ao redor do mundo simultaneamente. E por que tem tanta importância? Porque revela ao mercado financeiro os ganhos para a gestão de empresas que equilibram a presença de homens e mulheres na direção dos negócios.

O ponto alto do evento foi a fala motivadora de Sérgio Rial, CEO do Banco Santander no encerramento, ao se dirigir a todas as mulheres presentes e recomendar para “não nos vitimizarmos pelo inaceitável”, o que dentro do contexto de sua mensagem, significa muito mais que lutar pelos nossos direitos, significa não mais aceitarmos ficar em segundo plano. Ele acredita que a mulher precisa querer dirigir, comandar e empreender os negócios, sendo protagonista de importantes decisões no mercado. Foi uma recomendação muito forte e muito interessante, vindo da boca de um executivo como ele.

Na minha opinião isso tem a ver com vontade, com garra de fazer diferente e mostrar novos resultados, ainda desconhecidos ou nada valorizados. Ao desejar esse novo mundo, mais feminino e equilibrado, reforço aqui os estímulos do nosso Coletivo, que são a inquietação, o entusiasmo, a convivência e a conexão.  Não importa se somos um grupo de mulheres. O que importa é a nossa percepção para agir em nosso mercado.

Queremos fazer as empresas se comunicarem melhor e por meio da comunicação serem percebidas e “consumidas”. Porque quando organizamos o Propósito do Coletivo Pro Comunica, decidimos deixar bem claro o que queremos e onde podemos chegar.

Vem com a gente!

@Claudia Cezaro Zanuso
#coletivoprocomunica
#comunicacaogeravalor

O seu negócio é para o Instagram?

A mentora Claudia Cezaro Zanuso, do Coletivo Pro Comunica, conversou nesta quarta-feira, dia 7 de outubro, com a jornalista e influencer Ma...