Na era da conexão, startup Fiverr chega ao Brasil

A startup Fiverr estreou sua operação no Brasil nesta terça-feira, 10 de novembro. A notícia foi publicada em grandes jornais, por duas razões principais. A primeira, conta Mariana Barbosa, editora da coluna Capital, no jornal O Globo, porque a startup israelense, que estreou na bolsa de valores de Nova York há pouco mais de um ano, já vale US$ 5 bilhões.

É a segunda razão que mais nos interessa. A startup dedica-se a fazer uma conexão entre empresas e profissionais, ou seja, é um e-commerce de serviços de freelancers, especialmente nas áreas de edição de vídeo, produção de conteúdo, tradução, webdesign e marketing digital. Uma super ajuda para a comunicação da sua marca.

O Coletivo Pro Comunica, que tem o propósito de compartilhar conhecimento sobre comunicação com empreendedores, aposta nessas conexões em todas as áreas de atividade e em todos os lugares. A tecnologia está aí para ajudar. O que recomendamos é fazer um bom planejamento de comunicação para saber qual serviço solicitar. Para tanto, oferecemos a Marcativa, oito passos super eficazes para sua marca aparecer. Confira todos eles em nosso canal no youtube.

Sobre a Fiverr

Fundada em 2010, a empresa atendeu a mais de 3 milhões de clientes nos últimos meses, como relata Bruno Capelas, no Estadão. No Brasil, a plataforma está em português e tem os preços em reais. A empresa fica com 20% do valor do serviço. “Os freelancers que usam nosso serviço dizem que compensa, porque acabamos cuidando de todo o marketing para eles”, afirmou a vice-presidente de expansão internacional da Fiverr, Peggy DeLarge, segundo o Estadão.

Neste momento de distanciamento social e conexão digital, quem faz a ponte entre necessidades de empreendedores e disponibilidade de profissionais pode ajudar aos dois lados a movimentar a economia. O serviço pode ajudar muitos profissionais que trabalham em casa. Tanto que cresceu significativamente nos EUA durante a pandemia.

Várias plataformas têm esse propósito.  O que precisam é funcionar bem, para adquirir confiança de quem trabalha por meio de seu sistema.


Marcia Glogowski, mentora do Coletivo Pro Comunica

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Na era da conexão, startup Fiverr chega ao Brasil

A startup Fiverr estreou sua operação no Brasil nesta terça-feira, 10 de novembro. A notícia foi publicada em grandes jornais, por duas razõ...