A arte de empreender

A Feira do Empreendedor 2021, realizada pelo Sebrae de 23 a 27 de outubro, teve intensa e variada programação. O evento online e gratuito permitiu aos inscritos participar de palestras, consultorias e feiras de negócios, com visita virtual. Foi um desafio destacar tudo o que foi dito de interessante nos cinco dias da feira. Mas, participando como mentora do Coletivo Pro Coletivo, separei alguns conteúdos que podem ajudar muito o empreendedor.

Com o tema “Como colocar minha empresa na internet”, o ator e empresário Felipe Tito contou como chegou à marca de 1 milhão de seguidores no Instagram. Começou há dez anos, com crescimento orgânico, falando de coisas verdadeiras, ou seja, de marcas nas quais confiava e cujos produtos usava. Mas sempre levando em conta o que o mercado queria, olhando para seus seguidores, sentindo a necessidade dos consumidores.

As marcas se interessaram por seu perfil. Teve orientação do seu assessor de comunicação, que acabou virando seu empresário e hoje é seu sócio. Começou a se profissionalizar, para entregar ao cliente uma pseudocampanha, contratando profissionais.

Vejam o que ele diz:

“Não é só a quantidade de seguidores que conta. Tem que começar a gerar conteúdo mesmo com poucos seguidores. Se são 15 ou 15 milhões, você já é influenciador.”

“Importante é não ter medo, não ter preguiça e não levar como brincadeira, mas como trabalho.”

“Tem que ter recorrência. Internet é como uma pessoa mimada. Se tiver recorrência, com planejamento, o algoritmo entende que você tem relevância.”

“Tente entender com quem está falando e que tipo de conteúdo sua plateia quer ouvir.”

“A pandemia tirou todas as dúvidas do que era possível no mercado digital. Ficaram provados os benefícios de empreender online.”

“Crise não é sinônimo de perda” foi o tema do economista Ricardo Amorim, consagrado influenciador e palestrante. Ele começou explicando as dificuldades de abrir um negócio no Brasil e os desafios de uma empresa para sobreviver, já que a metade dos empreendimentos abertos não passa do segundo ano. Qual é então o principal fator de sucesso de um empreendimento.A resposta é simples: timing. É preciso perceber o momento certo de abrir uma empresa ou inovar dentro dela.

Amorim deu como exemplo o caso da cadeia de lojas de brinquedos Ri Happy. Durante a pandemia, o movimento nas lojas caiu vertiginosamente. A solução foi alugar espaços nos supermercados, que continuavam com clientes presenciais, para vender os produtos. Foi um sucesso. Os próprios supermercados adotaram solução semelhante, montando quiosques com produtos básicos dentro de condomínios residenciais.

Depois do timing, os principais fatores de sucesso de um empreendimento são o tempo de execução, a ideia, o modelo de negócios e o financiamento para sua concretização. 

Enfim, segundo Amorim, o importante é buscar soluções que atendam às necessidades dos clientes, ter uma ideia inovadora, desenhar um bom modelo de negócios, ter recursos suficientes para bancar o empreendimento, montar uma boa equipe e fazer bem feito.

O que ele diz:

“Entenda o ciclo dos produtos e não entre no fim da festa. Se a ideia é óbvia para todos, já não é nova.”

“Cliente não quer mais ver – quer ser visto. Selfie é propaganda.”

“O que o cliente não espera é o que tem mais valor. Surpreenda.”

“Para empreender em ambiente de grandes transformações, mantenha-se informado; estabeleça metas, mas seja flexível; tenha um ecossistema de apoio; foco no cliente; vire a própria mesa, antes que alguém faça isso.”

Por fim, o painel com o tema “5 passos para montar a Jornada do Consumidor e Vender Mais” reuniu a empreendedora Elaine Pires, da Eficaz Comunicação, o especialista do Sebrae Alisson Gomes e o consultor de empresas Bruno Leitão Rocha. Eles falaram sobre construção da mentalidade digital e sobre prospecção e fidelização de clientes.

Vejam alguns pontos de destaque:

       Deve-se prospectar clientes não pensando apenas no curto prazo

       O importante é prestar serviço de qualidade

       O funil de vendas tem três etapas: atrair, relacionar e converter

       Trace metas de prospecção

       Tenha empatia com o cliente

 Marcia Glogowski

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A arte de empreender

A Feira do Empreendedor 2021, realizada pelo Sebrae de 23 a 27 de outubro, teve intensa e variada programação. O evento online e gratuito pe...